O que uma marca precisa para ser considerada Alta Costura

O termo Alta Costura apesar de ser comumente usado para definir roupas feitas sob medidas vai muito além deste conceito. Acompanhe este post e saiba mais o que uma marca precisa para ser considerada Alta Costura.

Para uma marca ser considerada de Alta Costura é necessário seguir rigorosos padrões de qualidade impostos pela Chambre Syndicale de la Haute Couture (Câmara Sindical da Alta Costura), trata-se se um sindicato francês que define se uma marca é ou não de Alta Costura.

Exigências

Dentre às exigências algumas delas são: possuir um ateliê (maison) em Paris em endereços específicos, ter no mínimo 15 funcionários empregados e especializados no que fazem (por exemplo, bordadeiras), as peças têm de ser feitas por encomenda em tecidos de altíssimo padrão e sem utilização de máquinas de costura, é exigido que o cliente faça ao menos uma prova de roupa e ainda a marca deve apresentar suas coleções duas vezes por ano com no mínimo 35 novos modelos para o dia e noite.

Principais membros

Na lista de membros do Chambre Syndicale de la Haute Couture estão as marcas mais elegantes, influentes e bem sucedidas do mundo como Chanel, Jean Paul Gaultier, Christian Dior, Stéphane Rolland, Givenchy, entre outros.

As peças de Alta Costura podem levar até mil horas para serem finalizadas e custam verdadeiras fortunas, o que faz com que as marcas tenham um público seleto.

Por ter um custo de produção altíssimo as peças prontas não rendem muito lucro e para as marcas se manterem e ainda atenderem às exigências da Alta Costura elas comercializam seus perfumes, cosméticos, óculos, bolsas e roupas prêt-à-porter que são peças produzidas em escala.

Agora que você já sabe o que uma marca precisa para ser considerada Alta Costura compartilhe com seus amigos nas redes sociais para eles também ficarem sabendo!