conheça a história do zíper

Você já observou que boa parte de suas roupas possuem zíper? Seja em uma calça jeans que você está usando neste momento, uma blusa, um vestido ou em um calçado, o zíper pode até passar despercebido – ao menos que ele esteja estragado você provavelmente não deve observar muito. Mas você sabe como ele surgiu?Acompanhe este post e conheça a história do zíper.

O zíper foi inicialmente desenvolvido em 1851 por Elias Howe, o criador da máquina de costura. Howe patenteou sua criação como um dispositivo de “fechamento contínuo automático de roupa” porém, o material utilizado não era muito resistente e por falta de eficiência seu criador acabou por abandonar seu projeto.

Décadas depois mais precisamente em 1893, um engenheiro americano chamado Whitcomb Judson patenteou sua invenção, um sistema onde ganchos e fendas se agarravam para abrir e fechar, que seria uma solução para as botas utilizadas na época.

Entre 1906 e 1913 o engenheiro sueco Gideon Sundback aperfeiçoou a invenção de Judson tornando-o bem parecido com o zíper que conhecemos hoje.

Inicialmente o zíper foi usado em bolsinhas destas que guardam dinheiro. Em 1917 já podiam ser encontrados em jaquetas de soldados da marinha americana e somente em 1923 ganhou o nome “zíper” devido ao som que faz ao ser fechado. A partir daí o zíper foi difundido mundialmente.

Na moda, o zíper foi usado pela primeira vez pela estilista italiana Elsa Schiaparelli na década de 30.

Leia também: O que significa o YKK impresso no seu zíper.

Achou útil esta informação? Deixe seu comentário aqui embaixo e compartilhe com seus amigos nas redes sociais!